Leonardo só dorme pelado

Perfil Completo: saiba tudo sobre a respeito do cantor Leonardo

Ele carrega a palavra “eterno” no  nome de batismo e, com certeza, ele se eternizou no coração de todos que acompanham a música sertaneja.  O cantor Leonardo é um dos campeões de vendas de discos e um dos artistas que mais shows faz no Brasil.

Com uma carreira marcada pela luta e pela proximidade com os fãs, ele superou momentos difíceis, como a morte do irmão e o grave acidente automobilístico do filho. Seguindo em frente sempre e caracterizado pela veia romântica de suas canções, Leonardo é o nosso personagem de hoje.

Perfil Completo: saiba tudo sobre a respeito do cantor Leonardo

A infância pobre e o trabalho na lavoura

Nascido em 25 de julho de 1963 na modesta cidade de Goianápolis, o pequeno Emival Eterno da Costa estava destinado ao sucesso. No entanto, como todos nós, enfrentou alguns obstáculos para conquistá-lo.

Foi na plantação de tomates, ouvindo canções dos consagrados Chitãozinho e Xororó ao lado de seu irmão e fiel companheiro de todas as horas, Luís José Costa, que Emival começou a sonhar em ser músico.

Mas a semente sertaneja já havia sido plantada há anos com a figura de Seu Avelino, pai dos garotos, que costumava tocar com a sua inseparável viola.

Leandro e Leonardo: a dupla

Em 1983, Emival e Luís decidiram formar uma dupla logo após Luís se enveredar pelos caminhos da música com a banda Os Dominantes. Luís trocou seu nome para Leandro e Emival passou a adotar o nome de Leonardo. Eles começaram a ensaiar nos intervalos dos compromissos da banda e de seus trabalhos.

Os primeiros shows

Ensaiando sistematicamente, a dupla conseguiu marcar os primeiros shows. O dinheiro era irrisório, mas o amor pela música e a crença no próprio talento fazia com que eles não desistissem do sonho.

Disco e sucesso local

Após vários shows e apresentações em TV, como no programa Beira da Mata, a dupla juntou recursos para gravar e lançar seu primeiro LP. O ano era 1984 e o carro-chefe do vinil era a canção Hoje acordei chorando. Não havia distribuição nacional nem uma grande gravadora por trás, então o único jeito era vender o disco nos shows que faziam em barzinhos da região onde moravam. Com o tempo, os estados de Goiás e Mato Grosso acabaram ficando pequeno para a dupla, que almejava voos mais altos. O destino agora era São Paulo.

1990: entre tapas e beijos

Um hit estourou nas rádios de todo o Brasil. A canção Entre tapas e beijos tornou a Leandro e Leonardo conhecidos em todas as regiões do país, alavancando a dupla como principal expoente do sertanejo romântico brasileiro da época.

Amigos

O auge veio no especial da TV Globo, ao lado de outros fortes nomes da cena sertaneja, como Chitaozinho e Xororó e Zezé di Camargo e Luciano no programa Amigos. As vendas de discos e CDs só aumentavam e o sucesso estava consolidado.

Morte de Leandro

Mas nem tudo são flores. Acometido de um câncer, Leandro luta pela sobrevivência. Porém, é vencido pela doença, falecendo em julho de 1998 e deixando o país em luto.

Primeiro disco sem Leandro

Em 99, Leonardo lança seu primeiro disco solo, com um grande sucesso chamado Tempo. Apesar do baque, ele seguiu firme no sonho que compartilhava com o irmão e tocou o barco em frente. Hoje ele é um dos cantores mais amados e respeitados pelo público sertanejo e de música em geral.

Em 2012, seu filho Pedro Leonardo sofreu um acidente de carro, o que levou o cantor a repensar sua carreira e declarar que iria encerrá-la de forma gradual.

Muito se sua vida está presente nas páginas de Não Aprendi Dizer Adeus, uma autobiografia lançada pela editora Casa da Palavra. Atualmente, o cantor trabalha o álbumLeonardo – 30 anos, um projeto de CD e DVD, com um apanhado geral de sua carreira.

E você, leitor? Curte o trabalho deste grande artista? Que música de Leonardo mais marcou sua vida? Acredita que ele irá parar mesmo de cantar? Conte para a gente! Aqui o espaço é seu.

Related Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

loading...