O que você precisa saber antes de comprar um terreno

O que você precisa saber antes de comprar um terreno

Todo mundo já ouviu histórias em que o sonho da casa própria ou daquela casa de veraneio se tornou um pesadelo. Infelizmente situações assim são bem mais comuns do que deveriam. No entanto, há formas de se resguardar de problemas antes de comprar um terreno. A principal delas é escolher uma imobiliária idônea, conhecida no mercado e com vasta experiência.

Você pode checar o histórico da empresa através da internet, averiguando se há queixas nos órgãos de defesa do consumidor, e até mesmo através do sempre eficiente boca-a-boca: pergunte na vizinhança e entre os amigos se alguém já comprou ou conhece algum comprador daquela empresa e como foi a experiência.

Assim você foge de curiosos que se fazem passar por corretores profissionais mas não são qualificados ou só querem aplicar golpes mesmo. Não esqueça de verificar a idoneidade da empresa também junto ao Conselho Regional dos Corretores de Imóveis (Creci) da sua cidade. Mas este é apenas o primeiro passo.

LISTA DEVE SER LEVADA À RISCA PARA EVITAR PREJUÍZOS

Há várias dicas que parecem básicas e quase impossíveis de alguém comprar terreno sem leva-las em consideração, mas seja por causa da ansiedade em fechar o negócio, seja por inexperiência, muita gente acaba se dando mal por deixar passar itens simples e óbvios. Na dúvida, preste bastante atenção a todos eles e faça uma listinha de confere antes de empregar o seu dinheiro.

1 – Jamais compre um terreno sem vê-lo antes

Parece básico, é verdade, mas acredite, muita gente compra um terreno sem vê-lo antes. Se ele fica em outro estado e você não tem como ir, a melhor coisa é pedir para um parente, amigo ou até mesmo o corretor enviar o máximo de fotos do local possível , além das coordenadas geográficas para uma sondagem através do google earth, assim você evita comprar lote fracionado, brejo, área aterrada ou protegida para mananciais, reservas ecológicas e até terrenos submersos em lagoas e pântanos. Ao visitar o local você averigua também a demarcação dos lotes, a infraestrutura das ruas, as obras de saneamento básico, a iluminação, por exemplo.

2 – Confira a documentação no Registro de Imóveis

Pegue todos os dados possíveis acerca do lote e faça uma checagem completa no Registro de Imóveis – inclusive para saber se aquele que você viu corresponde ao que você está comprando. É a forma mais certa de ter certeza que ele existe, legalmente. Para isso, verifique a matrícula individual do lote para ter a garantia de que a ocupação não é irregular. Peça uma certidão negativa de ônus e alienações, que comprova que o imóvel está desembaraçado e atesta o verdadeiro proprietário.

3 – Localize-o na planta aprovada pela Prefeitura

E confirme a autorização de todos os serviços básicos nas concessionárias de água e esgoto e de luz, e também confira as autorizações junto aos órgãos ambientais. E fique atento: as obras regulares têm um “Selo de Regularidade de Aprovação” conferido pela Associação das Empresas de Loteamento e Desenvolvimento Urbano (Aelo), por isso vale checar junto à entidade.

4 – Atenção para compras financiadas

O negócio é da China? Basta uma entrada e o pagamento restante é a perder de vista? Tudo fácil demais, é hora de abrir (bem) os olhos: geralmente empreendimentos irregulares, com furos na documentação, autorizações ou com qualquer problema para ir adiante não costumam se preocupar muito com os recebimentos futuros. Preços baixíssimos pode significar, por exemplo, que o empreendimento está sendo colocado em nome de uma cooperativa ou associação de moradores – com venda irregular de quotas.

5 – Use apenas cheques nominais à empresa e exija contrato detalhado

Cerque-se de cuidados. Verifique quem está fazendo o financiamento e qual a documentação exigida, analise toda a documentação para ver senão está próprio ou em áreas de proteção ambiental, sempre que fizer um pagamento o faça em cheque nominal à empresa e exija recibo de sinal e de parcelas e um contrato bem especificado sobre todas as condições do terreno e do pagamento.

6 – Cuidados especiais para chácaras e sítios

Para este tipo de imóvel você deve ir na Delegacia Regional do Incra para ter certeza de que ele encontra-se realmente em zona rural. Mas não deixe de seguir os demais passos, como identifica-lo na planta da Prefeitura, no Cartório de Registro de Imóveis e de pedir a certidão negativa. Infelizmente não é raro chácaras e sítios serem colocados à venda ainda em períodos de inventariado, por exemplo, o que é uma dor de cabeça certa para o comprador.

E não esqueça, procure sempre imobiliárias de nome no mercado e reconhecidamente experientes, como o Grupo Sinop. Se você ainda tiver alguma dúvida sobre comprar terrenos, compartilhe-a conosco aqui nos comentários que responderemos com outro post!

 

One Comments

  1. Muitoo bom o artigo, acabei de deixar o site como favorito para sempre estar seguindo!!! Obrigado !!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

loading...