Naiara Azevedo Conta Detalhes sobre Flagrante de Traição

Além de muito talentosa, Naiara Azevedo também é muito divertida, contando em detalhes como foi o flagrante da traição do namorado.

No programa Altas Horas Naiara Azevedo revelou que contou com a ajuda do porteiro para fazer o flagra.

Confira a declaração da cantora:

Eu tinha um namorado, e a gente percebe quando a coisa está errada. Ele tinha um compromisso às 23h de um assunto de trabalho. Quando deu umas seis horas da manhã acordei, cadê o moço? Quer saber, vou bater no apartamento dele.

Cheguei lá na porta, o porteiro, que gosta de um barraco, disse ‘pode subir Naiara. A porta estava aberta, fui caminhando e eles estavam lá. Eu fiquei de fora, Graças a Deus!

Naiara Azevedo

Em um episódio inusitado, um fã da cantora enviou uma mensagem a Rafael Cabral, marido de Naiara Azevedo.

A mensagem dizia assim:

“Me ajudem, por favor. Meu pai é milionário e meu sonho é conhecer a Naiara Azevedo. Então, ele paga quanto precisa para eu dar um abraço nela”

Surpreso com a mensagem, Rafael Cabral postou o print da conversa em suas redes sociais com a seguinte legenda:

“O q responder?”

Naiara Azevedo também falou sobre o bullying com os gordinhos:

“Qual o gordinho que não sofre bullying na escola? Morei em cidade pequena, no sítio mesmo, então a criançada não perdoava, até apanhar, apanhava. É complicado, mas não chegou a ser um incomodo, mas me recordo que isso aconteceu demais”

A sertaneja também falou sobre os problemas causados pelo excesso de peso:

“Emagreci com muita academia e exercício. Todo dia pra mim é uma luta. A estrada não nos permite ter essa alimentação maravilhosa de comer nas horas certas. Eu não durmo, viro três dias sem dormir, durmo três horas, cinco horas, depois viro mais dois dias acordada. Isso pra mim é péssimo. Fazia muita dieta e não conseguia emagrecer de jeito nenhum. Eu sentia muita dor no joelho. Meu show é muito animado, eu danço muito. faço show todo dia, então o sobrepeso por eu usar muito salto estava acabando comigo. Quando meu sangue esfriava eu não conseguia pisar no chão. Fui no ortopedista e ele falou ‘ou a gente faz uma cirurgia ou você emagrece’. Como eu não podia parar, eu falei, vou fechar a boca”

 

Related Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

loading...