Como Proteger Seu Filho do Cyberbullying

A internet teve sua origem no final do século passado, e desde então está em constante processo evolutivo.

O avanço tecnológico trouxe inúmeros benefícios para o homem, e seu impacto sobre o cenário social, político e econômico é inegável.

De acordo com alguns especialistas, o conhecimento leva ao desenvolvimento da tecnologia.

Em contrapartida, a evolução e propagação da internet contêm alguns aspectos negativos.

O cyberbullying é um mal na era digital.

O bulliying virtual é caracterizado pela digitalização de agressões físicas e verbais sofridas por algumas crianças na escola ou meio social.

Lamentavelmente algumas crianças usam a internet para humilhar e denegrir a imagem de outros colegas de classe.

As futilidades e hostilidades sempre estiveram presentes no ambiente escolar, porém, com o avanço tecnológico este problema agravou-se.

O fácil acesso à internet tem colocado cada vez mais estudantes em situações embaraçosas e delicadas. Atualmente o cyberbullying é uma ameaça eminente, e está preocupando cada vez mais educadores e pais.

Com o intuito de humilhar os colegas de classe, alunos do mundo todo têm usado e-mails e páginas sociais com mensagens ofensivas ou fotos digitais com montagens pejorativas, para denegrir a imagem de outras crianças.

Diante deste lamentável quadro, a intervenção dos pais e educadores torna-se imprescindível. A criação de campanhas educacionais contra o cyberbullying pode transformar a vida de muitas crianças e adolescentes.

O universo virtual possui acesso ilimitado, e a propagação de informações ocorre de maneira surpreendentemente rápida.

Cyberbullying

O bullying virtual produz consequências dolorosas em sua vítima.

A criança pode desenvolver precocemente distúrbios psicológicos como depressão, transtorno de ansiedade, fobia social e ataques de pânico.

A depressão é caracterizada por uma sensação de tristeza constante, e gradativamente a vida vai perdendo seu sentido, suas cores.

Não há como descrever a angústia que existe no interior de uma pessoa deprimida.

Atualmente a depressão é um dos distúrbios psiquiátricos mais comuns, estima-se que aproximadamente 10% da população sofram deste mal.

Seus efeitos interferem diretamente no bem estar e autoestima da pessoa depressiva, e consequentemente na felicidade de seus familiares e amigos.

A depressão é uma doença mental e física. Ela implica na saúde do corpo, no humor e também nos pensamentos.

Uma das formas mais comuns do cyberbullying é a criação de páginas e comunidades em redes sociais com o título “eu odeio o …” onde lamentavelmente a privacidade de nossos estudantes são impiedosamente expostas.

Neste caso, a parceria entre educadores e pais é de extrema importância. É necessário sermos empáticos com nossas crianças, saber o que está se passando em seu interior e quais são seus maiores medos e receios.

Para um bom desempenho escolar o aluno precisa sentir-se seguro na escola e também em casa.

A denúncia é a melhor maneira de se combater o cyberbullying. Atualmente existem meios legais para a exclusão de páginas na internet.

Também é possível rastrear o autor do bullying virtual.

O apoio e afeto dos pais são fundamentais para a criança. É importante que seu filho confie inteiramente em você. Conheça verdadeiramente os sentimentos dele e deixe claro que ele ou ela pode contar com você para solucionar todos os problemas e dificuldades.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

loading...